Cromoterapia

   abstract_chi_yoga_asia_meditation_chakra_desktop_2000x1381_hd-wallpaper-753135.jpg

A CROMOTERAPIA

      A Cromoterapia é uma prática que traz como o benefício o bem-estar alheio pelo enfoque da frequência correta de luz e cor sobre os pontos deficientes de uma determinada vibração. As cores trabalham no organismo pelo efeito da ressonância, levando vibrações até o cérebro, órgão responsável pela coordenação do sistema endócrino. No cérebro á células neurossecretoras fazem a ligação com o sistema endócrino, realizando a estimulação da hipófise que através de movimentos pulsáteis e de um sistema de feedback produz e controla a quantidade e os tipos de hormônios que são enviados aos diversos órgãos do corpo, gerando por sua vez, um processo de harmonização ao indivíduo.
      Foi Albert Einstein que descobriu a relação entre matéria e energia, e definiu como: “Matéria é energia em estado condensado, e energia é matéria em estado luminoso”.
      Tudo no Cosmo é permeado de radiações e inclusive da energia ou radiação colorida, o que ocorre tanto no mundo mineral como no vegetal e animal. Cada cor tem a sua própria energia vibratória com as suas numerosas freqüências e essas radiações interagem umas com as outras.
Entende-se Cromoterapia como a ciência que utiliza as cores do Espectro Solar (vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, anil e violeta) para restaurar o equilíbrio físico-energético em áreas do corpo humano atingidas por alguma disfunção.
      A cromoterapia consta da relação das principais terapias alternativas ou complementares reconhecidas pela OMS em 1976, de acordo com a Conferência Internacional de Atendimentos Primários em Saúde de 1962, em Alma-Ata. Essa relação foi ratificada pela OMS em 1983, através do Diretor Geral da World Health Organization-OMS, Dr. Halfdan Mahler, e pelo Diretor do Programa de Medicinas Tradiconais da OMS, Dr. Robert Bannerman.

SUA UTILIZAÇÃO

       A sua forma de utilização é diversificada, partindo desde o uso de peças de roupas e alimentos na cor indicada pelo terapeuta, a aplicação de luzes e objetos com o atributo das cores determinadas de acordo com cada tratamento.
      Ela vem sendo utilizada desde os tempos antigos, como nos templos de luz e cor de Heliópolis no Egito  onde os sacerdotes-médicos  já conheciam essa energia, que denominavam Heka. , assim como na Grécia e na China. Ainda assim, atualmente foram realizadas pesquisas científicas que explanam o mecanismo de ação e comprovam a eficácia da cromoterapia. Uma dessas abordagens pode ser encontrada nos estudos de F. A. Popp, biofísico alemão que atestou que cada célula viva emite uma pequena radiação de luz, nomeada biofóton. Esta vibração eletromagnética é um sistema de comunicação celular responsável por regrar todos os processos biofísicos do corpo. Por esse motivo, a aplicação de uma cor específica em certos pontos da pele, ocasionam efeitos no organismo como um todo.

      A forma de aplicação das cores será feita escolhendo as tonalidades apropriadas de cada cor, que assim se determinam de acordo com o comprimento de onda da luz. Cada uma das cores do espectro visível, tendo visto o infravermelho, o ultravioleta e outros comprimentos de ondas imperceptíveis ao olho humano, possui propriedades muito específicas. As chamadas cores quentes, cujas tonalidades pendem ao vermelho, laranja e amarelo, tendem a ser mais estimulantes e tonificantes. Já as cores frias, como o azul, o verde e o violeta, costumam ser relacionadas com efeitos sedativos e calmantes. Podemos dizer que cada parte do nosso corpo está intrinsecamente coligada com as cores do espectro, portanto, a depender da moléstia, necessitamos tratar essa parte com sua cor vibracional correspondente.

      Vale salientar, todavia, que cada caso deve ser analisado à miude; ainda que aparentemente alguém se diga ansioso, por exemplo, não necessariamente deverá ser aplicar cores calmantes, ou vice-versa com alguém depressivo, pois deve-se considerar todo o histórico da pessoa em questão, de modo a se certificar quais são as reais causas das suas mazelas e assim prover o melhor tratamento para a mesma.

cromoterapia

INDICAÇÃO

      São diversas as indicações, dentre as quais podemos citar: Anemia, ansiedade, stress, asma, cansaço, depressão, conjuntivite, constipação, cortes, dor de cabeça, dor de garganta, falta de apetite, insônia, rouquidão, medo, irritabilidade, febre, dispepsia, entre outros.

REFERÊNCIA:

http://www.tenda-do-xama.com/terapia-holistica-as-tecnicas/cromoterapia/

ENTRE EM CONTATO CONOSCO

Os interessados em fazer uma triagem gratuita, entrem em contato.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s